,.-~*-.¸-(_Family Carneiro_)-,.-~*´

Archive for the ‘Estudos Bíblicos’ Category

Deus sempre quis ter relacionamento com o ser humano. Por isso ele o criou e todos os dias se encontrava com sua criação num local especial: o jardim do Éden. Jesus também gostava dos jardins e neles se refugiava em oração ao Pai. Em um jardim Ele foi preso e depois enterrado. Mas por que um Jardim? No dicionário, a palavra Jardim significa um Lugar bonito, florido.

Estudo de Polyanna Spínola Dias*

Como eram e para que serviam os jardins?

  1. Eram protegidos por cercas ou muros e possuíam um guardador (jardineiro) – O texto de João, onde Maria procura o corpo do Mestre, mostra que ela o confundiu com o jardineiro (João 20:15). Deus diz em Oséias 2:6 que Ele será como um muro de sebe. “Portanto, eis que cercarei o teu caminho com espinhos; e levantarei um muro de sebe, para que ela não ache as suas veredas”. A sebe ou cerca viva são fileiras de plantas, normalmente arbustos, que tem como finalidade delimitar uma área, sendo por este motivo dispostas ao longo das divisas ou extremidades das terras. Isso é proteção. Temos que ter o Senhor como nosso muro e cerca, como nosso Guardador.
  2. Eram construídos sempre perto de lugares supridos por água – Na antiguidade, a Palestina era densamente arborizada. Séculos de abuso e destruição da natureza, deixaram a natureza essencialmente desnuda de vegetação. Por esta razão, os jardins e pomares é que aliviavam a situação de esterilidade. Jardins bem regados revelam:

Fertilidade – Isaías 58:11 diz: “E o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam”. Outra referência está em Jeremias 31:12.

Emblema dos justos – Como está descrito em Salmo 1:3 e Jeremias 17:8: “Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto”.

  3. Eram lugares de descanso – Geralmente, ficavam localizados a uma boa distância das residências e eram tidos como lugares de descanso. Ou seja, é no jardim, longe das multidões, que você descansa e encontra com o Pai em particularidade. Eram lugares prediletos para oração e meditação (Gênesis 24:63, Mateus 26:36 e João 18:12).

4. Serviam para cultivar ervas medicinais – As ervas eram utilizadas para a cura de muitos males. Nós temos que ter resposta para a cura de muitas pessoas. Temos que ser geradores de cura através de Jesus (Jeremias 8:22).

5. Serviam como sepulcro – Assim como Jesus foi enterrado naquele lugar, muitas pessoas eram enterradas em jardins (Gênesis 23:19,20). Jesus foi o único que não deixou nada velho no sepulcro. Seu corpo ressuscitou com seu Espírito. Nós precisamos ir ao jardim deixar o que é velho, fazer morrer o velho homem.

6. Serviam para cultivar: flores e pomares (Cantares 6:11), condimentos (Deuteronômio 11:10) e especiarias, conforme diz Cantares de Salomão 4:16: “Levanta-te, vento norte, e vem tu, vento sul; assopra no meu jardim, para que se derramem os seus aromas. Ah! Venha o meu amado para o seu jardim e coma os seus frutos excelentes!”.

Hoje, estes frutos e especiarias representam o fruto que Jesus espera que seus filhos deem. São os frutos gerados através dos dons dados por Deus, do chamado respondido. Temos que cultivar bons frutos, porque Jesus disse que toda árvore boa produz bons frutos e aquela que não serve é lançada no fogo (Mateus 7:15-23). Em outro texto, em Mateus 12:33-37, Jesus diz que toda a palavra ociosa que o homem disser há de dar conta no dia do juízo.

Voltar ao jardim é voltar às origens da criação, ao objetivo do relacionamento, da intimidade com o Criador, com o Pai. Jardim é local de encontro, do amor romântico. Simboliza a reclusão privilegiada, algum lugar ou relação harmoniosa que duas pessoas conservam somente para elas mesmas.

Nutra seu relacionamento com Deus e aproveite o jardim.

* Polyanna Spínola Dia é jornalista – polyannaspinola@yahoo.com.br